HOME  •  GOSSIP  •  FILMES  •  LIVROS  •  MÚSICA  •  SÉRIES  •  WTF?  •  TV  •  PROMOÇÕES                                                                   Assine o nosso feed! Conheça os colunistas Siga a gente no Twitter: @somos_criativos Contato/ Anuncie

18 maio 2010

Behind - Capítulo 1: Despedidas


Hoje começamos mais um quadro aqui no Somos Criativos, e esse não é comum aqui. Desde o ano passado, eu e o Igor pensamos na postagem de uma história, essa história já passou por milhões de edições, personagens... e dessa vez resolvemos postar aqui e hoje posto o primeiro capítulo de Behind. Espero muito que gostem e se você gostou, comente no post por favor, para sabermos quantos estão lendo, se estão lendo, etc. E antes uma sinopse sobre a história:

Depois de um enorme escândalo em NY onde Felly Hompkins estava envolvida, uma garota de 16 anos, e perder vários amigos por isso, ela decide viajar para a Índia – um lugar que ela sonha conhecer desde criança – e lá ela conhece uma pessoa realmente especial que mudará sua vida. Quando ela volta de viagem, seu pai a surpreende com um inesperado presente – ela vai para Hervely North Academy um internato cheio de regras e de garotos e garotas que não estão nem ai para elas. Lá ela encontrará algumas melhores amigas e outras que vão querer matar a pobre Felly. E ela conhecerá vários garotos que farão ela se derreter, mas o coração dela pertence a apenas um, ou isso mudará?




Era uma quente e doce tarde de verão em Délhi, na Índia. Felly estava triste por ter que ir embora depois da convivência com todos, mas estava feliz por voltar para a casa e ver seus pais, o Lotuffus - seu lindo e doce (mais muito bagunceiro) Ladrador Retriver caramelo. - E ela queria ver até seu irmão - a peste do seu irmão. - Rob, que conseguia ser insuportavelmente insuportável e ao mesmo tempo a pessoa mais amável do mundo inteiro. Ele era exatos quatro anos mais velho que Felly, mas todos juravam que era o contrário. Felly sempre mais responsável e madura que o irmão - os homens REALMENTE amadurecem devagar. - ele era hum, extrovertido e desleixado demais, o que seus pais odiavam.


Enquanto Felly guardava suas coisas, ela sentiu alguém entrar no quarto. Barack. Claro! Quem mais poderia ser? Michael Jackson ela tinha certeza que não seria...Que Deus o tenha.
- Trouxe para você... - Ele entregou uma pulseira do tipo eu-sou-hippie-e-não-tenho-estilo-muito-prazer feita de ossos e pintada de cores BOB MARLEY. Mas, ah! Ela era linda.
- Ah! Ba, que linda. Você quem fez? - Ela se sentiu corar.
- É... Foi. - Ele estava todo vermelho agora, e isso o deixava realmente mais sexy.
- Muito obrigada!


De repente, ela deu um pulo nos braços dele e o abraçou como nunca. Ela se sentia mal por não ter feito nada para ele, mas ela estava pensando em algo que realmente o surpreendesse e ficasse para sempre em sua memória.


Suas coisas já estavam todas quase prontas, só faltava organizar algumas blusas e comidas que ela levaria para o avião - comidas de aviões não são lá apetitosas, e ela as odiava - para não ter que comer aquelas coisas de sei lá aonde vinham. Mas a cada segundo que passava ela ficava com o coração mais apertado pensando se ela veria Barack de novo, pensando em todas as coisas que os dois viveram, e isso a deixava realmente mal. O que eles viveram foi extremamente verdadeiro... E excitante. Ela lembrara quando os dois saíram para ver a lua, mas eles fizeram muito mais que isso, e isso foi, bom... INCRÍVEL! Era muito ruim pensar que amanhã ela nunca mais o veria. Então ela pensou em um presente perfeito para Barack. Ela queria que o último momento dos dois fosse realmente incrível, bom, incrível e excitante, ou só incrível e romântico. Ela ainda não decidira.


Enquanto andava pela casa a procura de Barack, ela fotografava com os olhos cada pedaço da casa, cada mínimo detalhe, para que nunca se esquecesse de todos os momentos que passou lá e para contar aos seus filhos, netos, bisnetos... Como a vez que ela ganhara seu primeiro sutiã, ou quando descobriu sua primeira paixão e como ela te magoa, e isso você nunca esquece!
- O que você tanto procura menina? - Ah! Ahad. Sua voz era tão doce e melodiosa. Seria esta a razão de Felly ter conversado tanto com ela nessas férias. A mãe de Barack era mesmo incrível, então, ele deve ter puxado ela.
- Ah, oi. Eu estava procurando, er... O Barack. Você o viu? - Ela se sentiu corar
- Sei sim, lá fora na varanda.
- Ah, sim! Obrigada.
- É... Fedelly. - Ahad nunca se acostumou a chamar Felly por Felly, era sempre o nome esquisito dela. - A nossa varanda é bem romântica, lá as coisas simplesmente acontecem. Aproveite bem o momento.


Bom... Se a varanda ela assim, talvez ela tivesse sorte com Ba. Então quando ela chegou na varanda, viu Barack sentado ao lado de uma árvore e uma fonte linda, com um olhar longe e pensativo.


- Ei! Em que você esta pensando? Em como sua vida será infeliz sem mim amanhã? - Eles riram e ela sentou ao seu lado. Ela estava quase corando. Ela odiava isso, ela era tão... Sentimental e romântica e essas baboseiras.
-Como você sabe? Você lê pensamentos? UAU! - Disse ele com sua voz de ironia. - Mas eu estava pensando nisso e. Em você, basicamente. - Às vezes ela se sentia uma idiota conversando com Barack, ele a deixava a vontade, ele era tão meigo e natural e fofo e ela o amava. - Será muito ruim sem você aqui. Eu vou sentir sua falta.
- Que nada bobão você se acostuma. Você viveu aqui sem mim por longos 17 anos. - Ela as vezes se odiava por não falar coisas que as pessoas querem ouvir. Ela ficava pensando "Por que você não disse que vai sentir muita falta dele, porra!?"
- É... Para você não é problema, você vai me esquecer. NY deixa as pessoas felizes e tal, e o Barack aqui já era.
- Mentiroso! Eu vou sentir muito a sua falta. Eu queria ficar com você para sempre. - Ela disse isso sussurrando. Felly era uma pessoa muito vergonhosa quando se tratava assuntos do coração, ela não conseguia se expressar direito, se é que ela conseguia em raras vezes.
- Você vai ter que falar mais alto, assim eu não ouço. - Ele fez uma cara séria, mas depois deu uma risadinha.
- Bobo... Você quer que eu grite é? - Ela colocou a mão na cintura e balançou a cabeça.
- Não precisa. Pode falar baixinho, mas tem que ser no meu ouvido.
- Eu vou sentir muito a sua falta. - Ela sussurrou em seu ouvido e se sentiu corar. Bom, ela estava apaixonada. Depois de um longo silêncio se estendia entre os dois, até que Barack se inclinou para ela e a beijou apaixonadamente por longos minutos. E então os dois ficaram ali por um bom tempo. E Felly passou a mão pela barriga dele e ela sentiu que ela era muito definida. Ela sentiu a mão de Barack em suas pernas, mas ela não agiu como sempre, tirando a mão do garoto, mas simplesmente, a deixou ali. Mas infelizmente o irmão de Barack chegou e começou a fazer gracinha, e aquele momento perfeito acabara. Mas mesmo que aqueles minutos fossem milésimos de segundos, Felly se lembraria daquilo para sempre.


Ela entregou para Barack uma carta, que ela fizera no final do dia, quando já estava quase indo embora. Ela achou aquilo uma grande melação, mas talvez ele gostasse disso, não é? A sua letra era perfeitamente perfeita. Ela puxara a mãe nesse ponto. Ainda bem. Porque se tivesse puxado o pai ela podia desistir de escrever. Ela tentou ser muito sincera e falar que ia realmente sentir a falta dele, e não parecer que estava desesperada etc.
“Barack, er, peço desculpa se minha letra estiver ilegível, é que quando eu fico nervosa, geralmente ela fica um desastre. Eu ainda não sei de onde eu consegui tirar a minha coragem para escrever isso, mas acho que é pelo fato de que eu talvez não te veja, nunca mais. E isso será horrível, porque eu gosto de estar com você. Isso me deixa... bem. Eu não quero que eu te mande essa carta e você fique com medo de mim, e me ache desesperada ou sei lá. Eu estou escrevendo isso para que nós possamos manter um contato, porque eu acho que o que passamos não foi uma coisa do momento.
Eu queria te dizer que eu vou realmente sentir muito a sua falta e que o que nós vivemos, para mim, foi algo verdadeiro. Eu queria muito ficar ai por muito, muito mais tempo, só que é muito impossível, eu tenho aulas e etc. – a escola sempre atrapalhando tudo. – e você podia conversar com sua mãe – aé, manda um beijo gigante para ela e diz que eu vou morrer de saudade das nossas conversas. E diz por seu irmão que eu vou sentir saudade dele também haha. – e pedir para ela, para, se você quiser, ir pra NY e ficar comigo. Ai você poderia ficar na minha casa, estudando comigo e etc. Mas se não der certo, eu me contento com as suas – é para mandar ouviu senhor BARACK – cartas dizendo o quanto você me ama e está morrendo sem mim ai haha Mas enfim, eu gostei muito de passar as férias de verão com você e sua família e espero que você também tenha gostado. Diz para a sua mãe me mandar aqueles deliciosos docinhos caseiros dela, porque eu acho que eu não vou conseguir viver sem eles. E diz pro seu irmão que ele é um mala, mas eu gosto dele. Ah, diz pro Barack, um cara meio chato e feio que mora ai que eu não vou sentir nenhuma falta dele e que ele é um pé no saco. Haha
Com carinho, amor, paz, beijinhos e tudo mais.
Sua doce e inesquecível amante,
Felly.”

4 comentários:

ingrid disse...

ui , adorei !
HAHAHA !

Jess disse...

Hahahaha Vocês tem um jeito bem engraçado de escrever, mas eu adorei a história, muito fofa!
Vai ter próximo capítulo? ;)

Kaarime ;D disse...

Adogoooo. *-*

Nana disse...

aah que perfa essa história,segundo capitulo sai quando?, to curiosa *-*, beijos.

Postar um comentário

-Certifique-se de que está comentando sobre algo referente a este post.
-Os comentários são moderados, ou seja, você os verá após serem aceitos.
-Você pode utilizar HTML para escrever em negrito [B] ou itálico [I]
-Caso o post contenha alguma notícia incorreta ou links indisponíveis, comente e avise que o autor atualizará as informações, ou utilize o próximo tópico.
-Comentários com humilhações, palavras de baixo calão ou qualquer outra expressão que denigre a imagem do blogueiro, outros comentaristas, site ou assunto/ pessoa tratado no post não serão aceitos.
-Para outras dúvidas ou qualquer outro tipo de contato, clique aqui.
-Saiba como colocar um avatar nos seus comentários!

Copyright Somos Criativos 2011 • Tema modificado por IgorVoltar ao Topopowered by Blogger