HOME  •  GOSSIP  •  FILMES  •  LIVROS  •  MÚSICA  •  SÉRIES  •  WTF?  •  TV  •  PROMOÇÕES                                                                   Assine o nosso feed! Conheça os colunistas Siga a gente no Twitter: @somos_criativos Contato/ Anuncie

09 setembro 2010

Behind - Capítulo 9: Primeira Vez


HEY pessoas! Está disponível o capítulo da minha, da nossa, da sua fic, Behind! ok, esse slogan não vai colar Espero que curtam e estejam ansiosos por mais ! *-* Todos os capítulos estarão disponíveis no site às terças e quintas, e para ler desde o primeiro capítulo, basta acessar esta página. Esperamos que curtam, contem para os seus amigos e comentem (clique em Comente! no final do post.

Depois de um enorme escândalo em NY onde Felly Hompkins estava envolvida, uma garota de 16 anos, e perder vários amigos por isso, ela decide viajar para a Índia – um lugar que ela sonha conhecer desde criança – e lá ela conhece uma pessoa realmente especial que mudará sua vida. Quando ela volta de viagem, seu pai a surpreende com um inesperado presente – ela vai para Hervely North Academy um internato cheio de regras e de garotos e garotas que não estão nem ai para elas. Lá ela encontrará algumas melhores amigas e outras que vão querer matar a pobre Felly. E ela conhecerá vários garotos que farão ela se derreter, mas o coração dela pertence a apenas um, ou isso mudará?



Você está muito tensa... - Rob realmente estava preocupado com a sua pequena irmãzinha. Ela parecia triste e distante. Ele se perguntou o que havia acontecido para sua irmãzinha estar daquele jeito. Mas o problema é que nada havia acontecido... Pelo menos ele achava que nada havia acontecido.
                Felly estava calada e ignorou totalmente a presença – e comentário – do irmão. Ela parecia tão distante... Rob estava pensando no que podia ter acontecido para ela estar daquele jeito e quando ele ia perguntar, Felly começou a falar.
- Ela deve estar em um motel na beira da estrada e fazendo sexo selvagem com o seu incrível namoradinho Oz. – Ela estava nervosa, e estava revoltada digitando no seu notebook rosa. – Ela é uma traidora.
- Ela não respondeu sua mensagem não é? – Ele se sentia culpado por ela se sentir daquele jeito. Afinal a idéia de Felly se desculpar foi toda dele. E Manny não havia respondido. Ele se sentia um completo idiota. Mas ele só tentou ajudar. E afinal, a Manny que ele conhecia não era daquele jeito. A Manny que há dois anos atrás ficara com ele não ignoraria uma mensagem de desculpas da melhor amiga. Não há nada de errado em tentar ajudar não é?
- É... Ela deve estar puta comigo ou bancando a fodona e não me respondeu.
- Ou ela fez o mesmo que você. – Rob sempre tinha que bancar o filósofo nas conversar open your heart com Felly. E ela às vezes odiava isso. Porque na maioria das vezes – bem maioria – ele estava certo. E às vezes ela queria ser como o irmão que mesmo com seu lado irresponsável e inconseqüente, ele era fofo, meigo, amável, amigo, corajoso. Ele tinha seus defeitos, mas todas as suas qualidades compensavam pelos defeitos. Ele era literalmente foda. – Você tem que esquecer isso. Tem que sair, curtir mais esses últimos dias de férias, pô. Ai quando a Manny chegar vocês conversam. Por que você não sai com aquele seu amigo... Peter? Acho que ele gosta de você...
- Ai... Nem gosta. Mas a culpa não é só minha nessa histór...
- Não falei que era só sua. – Ele parou por um momento. – A questão é que o que você fez não foi certo.
- É... Eu sei, mas eu pedi desculpas... – Ela parou por um segundo e pensou em tudo que tinha feito. Ela tinha caído na real. A culpa era dela. Toda dela. E agora ela via isso. – Vou ligar para o Pet.
                Ela correu da sala até o quarto, tropeçando nos degraus da escada. Ela estava mal por Manny. Por tudo o que tinha feito. Mas agora ela queria apenas uma pessoa com ela: Barack. Queria ele ali ao seu lado, abraçando-a, beijando-a. Queria deitar ao lado dele e ficar ali, pelo resto da vida. Mas ele não estava ali. Felly estava muito cansada de tudo. Ela foi tomar um banho para ver se esquecia de tudo. Mas ela pensava em algo... Em uma pessoa. E a imagem desta pessoa não saia de sua cabeça e ela não entendia porque pensava tanto nela. E essa pessoa era Peter. Meu Deus! Ela pensou. Ela queria, precisava falar com Peter agora. Ela não quis ligar para ele porque talvez alguma menina atenderia, então ela achou melhor mandar uma mensagem.



Hey, gatinho. Haha. É a Felly neném. Tudo bom? Então... Tipo faz algum tempo que a gente não conversa que eu não te vejo e que eu tenho alguma noticia de você. Eu estou preocupada com você, queria saber por que desapareceu assim. :( Mas é o seguinte, hoje o dia não foi lá o melhor de todos e eu queria conversar com alguém e a pessoa escolhida de hoje foi você. UHUL! Haha Não chore. Eu vou tomar um banho e vou para a sua casa daqui uma meia hora, talvez. Me responda para eu saber se você não esta com nenhuma menina na sua casa igual da ultima vez que eu fui ai. Para mim não foi NADA agradável, se é que você me entende. Mas enfim, adeeeeeus MY hot boy e te vejo daqui a pouco (ou não né) haha.
DE: Felly / PARA: HOT BOY PET. ;9




                Ela terminou de tomar banho e foi secar o cabelo. Hoje mas que qualquer dia ela queria estar linda para Pet. Ela colocou uma bermuda jeans digamos relativamente curta, um top branco e uma camisa xadrez vermelha branca e azul clara do irmão com um cinto. Colocou um dos seus tênis Nike com cano um pouco alto com um cadarço vermelho. Ela amava esses tênis. Quando ela escovava os dentes – afinal, todos precisam ter dentes limpos – o seu celular tocou. Era uma mensagem de Pet. Ela ficou com medo de ler, pois ele poderia arranjar uma desculpa e dizer que ela não podia ir a sua casa, mas ela tinha que ler a mensagem.

Eeeeeeeeeeeeei gata. Tudo ótimo, ainda mais com essa noticia de que você já esta vindo para cá. E Você que me esqueceu, pô. Haha. Acho que nós temos algum tipo de telepatia, porque quando você me mandou a mensagem eu ia te ligar para você vir ver um filme aqui em casa comigo. E traga um pijama – sexy – e escova de dentes – cuide da sua saúde bucal! – e um biquíni sexy. E quero que você ande logo, na verdade você tem que chegar agora porque mesmo que eu estivesse com uma garota aqui ou em outro lugar, eu tiraria ela daqui ou voltaria para cá. Eu nunca te deixaria na mão, você sabe. ;D Estou te esperando – de cueca branca, sei que você ama haha – Ande logo. AEAEAE
DE: Peter. / PARA: YOUR ONLY LOVE, ME = FELLY *-*

Ela leu a mensagem e quis morrer. Pet era tão fofo, meigo, lindo. Ela ate hoje não entendia porque os dois tinham terminado. Não. Na verdade ela entendia. As histórias e escândalos idiotas que inventaram sobre ela eram todas culpadas de tudo. Merda. Pensou Felly. Ela desceu as escadas e deu de cara com Rob que não entendeu como a irmã tinha ficado feliz em tão pouco tempo.
- Ei, o que foi? Ligou pro Peter e ele te chamou para fazer sexo na casa dele é? – Ele deu uma risada sarcástica. Idiota. – Que safadinho.
- Não, não mesmo. Eu vou para a casa dele ver um filme, e conversar. Só isso. E eu já estou indo. Tchau.
                Felly correu até o carro, que era seu xodó. Seu Mitsubishi Eclipse vermelho fosco era sua paixão. Não mais que o Audi TT que ela havia ganhado do avô e da avó no seu aniversário de 16 anos, mas afinal, ela tinha comprado a BMW, então, era sim o xodó. Ela ligou o carro e foi para a casa de Pet que ficava a alguns minutos de sua casa. Ela estava tão animada. Enquanto ela ia, Peter havia pedido para que ela comprasse alguma coisa para os dois beberem, – para ficarem tontos – e ela havia furtado um Whisky da coleção do pai, e ela sabia que ele nem daria falta, e comprou uma Absolute Vodca. Adeus rins. 
                Ela chegou à casa de Pet. Ele morava sozinho – ele tinha esse privilégio de morar só – e a casa dele era incrível. Não era grande nem super luxuosa. Era normal e aconchegante. Era perfeita. Felly queria viver em uma assim.
- Então você se arrumou só para me ver né? – Ele fez uma cara sexy para Felly. Ela se derretia toda com as caras de Pet. – E trouxe as roupas e pijama e biquíni sexy que eu te pedi?
- Trouxe meu pijama, e ele não é sexy, e acho que meu biquíni também não né. Mas tudo bem.
- Tenho certeza que são, na verdade eu tenho que ver eles. Ei Vamos entrar.
                Os dois entraram na casa de Pet. A coisa que Felly mais amava na casa era o sofá gigante que ela tinha escolhido para Pet. Os dois tinham ido comprar um sofá quando ele comprara a casa, e ela havia escolhido um bege grande lindo, um sofá dos sonhos dela, e ele comprou só para agradá-la. Ele era fofo. Os dois fizeram uma mistura muito doida com o whisky e a vodca. Adeus fígados.
- Então, que filme nós veremos? – Felly perguntou. Quando os dois eram mais novos eles sempre faziam sessões de filmes toda sexta-feira, e cada semana era um gênero. Os dois adoravam quando o gênero era Terror, porque Felly morria de medo e ficava grudada em Pet. – Podíamos fazer como antigamente...
- É verdade... Mas o gênero de hoje é terror porque você adora. – Ele deu uma piscadinha para Felly e ela passou a língua nos lábios seduzindo Pet. Como ela é deliciosa. Ele pensou. Pet era do tipo de garoto quieto, mas muito safado. E todas as garotas amavam isso. Ele era o cara mais safado de Manhattan, de NY, da América do Norte, ou da América inteira, ou do Mundo. Mas quando ele estava com uma garota, ele a respeitava. Ainda bem.  – Mas você que escolhe qual filme veremos.
- Eu quero um bem macabro, não estou muito feliz hoje. Quero ver Jigsaw VI, eu ainda não vi haha
- Então veremos. Mas, o que aconteceu com você? – Ele sentou ao lado de Felly no sofá com uma vasilha gigante com várias pipocas. Os dois copos com vodsky, que era o nome que eles deram a mistura que eles sempre faziam de vodca e whisky em cima da mesa de centro da sala onde Felly sempre batia o dedinho do pé. Mas afinal, para que porra essas mesinhas de centro servem? Só para bater dedinhos do pé, tenho certeza. – Você parece bem mal...
                Ela contou toda a história da briga dela com Manny e Pet disse as mesmas palavras de Rob. Ele era idêntico ao irmão dela. Incrível. Depois de muitas conversas eles resolveram realmente ver o filme. Mas Felly estava muito cansada e se deitou no ombro de Pet, e ele começou a fazer carinho em sua cabeça. Os dois eram realmente fofos. No meio do filme, Felly resolveu mudar porque aquele estava lhe dando sono, então eles resolveram colocar O Exorcista, um filme que eles sempre começavam a ver, mas sempre tiravam porque todas as pessoas que já viram falaram que ele era sinistro demais. Os dois não tiveram coragem de terminar o filme – como sempre – e resolveram ir para a piscina nadar um pouco. Graças a Deus que a piscina dele era aquecida.
                Felly colocou o seu biquíni e Pet colocou uma sunga que o deixava sexy. Ele com certeza era um dos únicos garotos que podiam – e deviam – usar sunga. Pet empurrou Felly na piscina e ela o puxou pelo pé, os dois caíram e ficaram lá conversando um bom tempo.
                Pet percebeu que o que ele estava sentindo por Felly, - o que ele achava que estava sentindo – era na verdade, de verdade. Ele ainda estava apaixonado por Felly, e ele estava ali abraçado com ela em uma piscina de água quente, uma hora da manhã. Os dois estavam um pouco bêbados, mas nada que fosse algo relevante.
- E ai, você quer sair? – Pet perguntou para Felly ao ver que os lábios dela estavam ficando roxos com o vento frio. – Você esta começando a tremer. Cuidado com a hipotermia. Hehe
- Aham, quero. O vento está frio e tal. Vamos tomar banho e deitar na sua cama, porque eu gosto muito dela, você sabe disso. – Ela deu uma piscadinha para ele e saiu da piscina. Esse biquíni realmente te deixa muito sexy, pensou Pet. Ele saiu correndo da piscina e carregou Felly no colo até o quarto, e quando chegou lá, ele a jogou na cama e ela o puxou para cima dele.
- Ei, você quer me seduzir é? – Ele levantou uma sobrancelha. E isso a fez rir.
- Eu acho que já consegui. – Ela deu uma risadinha. Ela queria beijá-lo agora e tirar toda a roupa dele. Deus! Ela queria muito isso. – Consegui não é?
- Claro. Você sempre consegue.
                Ele agora estava deitado ao lado de Felly e olhava fixamente nos olhos dela. E ela olhava para ele. Eles ficaram calados por um longo tempo. Os dois se olhavam fixamente, mas nenhum dos dois movia nenhum músculo. Eles ficaram ali se olhando. Felly chegou mais perto – bem perto dele – e deitou em seu peito. Ela ouvia seu coração bater. E ele batia forte. Os músculos dele eram muito definidos e ele era incrivelmente delicioso e Felly o queria naquele instante. Mas algo a deteve. Barack?
                Pet estava certo do que ele queria fazer. Ele ia beijá-la, e ia fazer isso naquele instante. Ele se sentou ao lado de Felly, olhou nos olhos dela fixamente e a beijou ternamente, e os dois ficaram ali se beijando e se agarrando. Depois eles entraram no banheiro e os dois – nus. Claro. – fizeram um sexo bem selvagem – como Felly pensou que Manny estaria fazendo com Oz. – no chuveiro. Os músculos de Peter estavam a apertando, ela sentia seu coração bater mais rápido a cada segundo. Ela se sentia tão bem. Ela queria isso há tanto tempo. E ela tinha conseguido. E agora os pensamentos em Barack estavam longe. Peter estava extasiadoSentir o corpo de Felly nu no seu era... Indescritível. O que os dois sentiram era indescritível. Desde quando os dois começaram o namoro ele queria isso. Mas não por Felly ser absolutamente linda... Por isso e por ela ser simplesmente a Felly. Os dois eram virgens e eles a perderam juntos. O que Rebecca sempre falava a filha, ela queria que Felly perdesse a virgindade com alguém especial, e esse tal alguém era Peter. Rebecca o amava. Felly também. Felly não podia esperar para contar para Manny a noite incrível que tinha tido com Peter. Mas Manny não estava lá.

0 comentários:

Postar um comentário

-Certifique-se de que está comentando sobre algo referente a este post.
-Os comentários são moderados, ou seja, você os verá após serem aceitos.
-Você pode utilizar HTML para escrever em negrito [B] ou itálico [I]
-Caso o post contenha alguma notícia incorreta ou links indisponíveis, comente e avise que o autor atualizará as informações, ou utilize o próximo tópico.
-Comentários com humilhações, palavras de baixo calão ou qualquer outra expressão que denigre a imagem do blogueiro, outros comentaristas, site ou assunto/ pessoa tratado no post não serão aceitos.
-Para outras dúvidas ou qualquer outro tipo de contato, clique aqui.
-Saiba como colocar um avatar nos seus comentários!

Copyright Somos Criativos 2011 • Tema modificado por IgorVoltar ao Topopowered by Blogger