HOME  •  GOSSIP  •  FILMES  •  LIVROS  •  MÚSICA  •  SÉRIES  •  WTF?  •  TV  •  PROMOÇÕES                                                                   Assine o nosso feed! Conheça os colunistas Siga a gente no Twitter: @somos_criativos Contato/ Anuncie

30 janeiro 2011

Resenha do livro Doce Vampiro

Título Original: Bloodthirsty
Autor: Flynn Meaney
Número de Páginas: 248
Compre o livro: Saraiva

Eu adorei Doce Vampiro! Desde que lançou fiquei curioso para ler, porque vi o release e achei super interessante. Pra você que está procurando uma boa leitura rápida e engraçada, com certeza deve ler.
Finbar Frame é um garoto de 16 anos que possui uma pele pálida - que ele próprio a caracteriza como uma folha de papel coberta com corretivo -, olhos azuis claros como os de um husky siberiano, magrelo e alto, viciado em literatura, nerd, não tem amigos e precisa fazer algo para começar a ter encontros com garotas; e tem um irmão gêmeo fraterno, Luke, que é seu oposto: musculoso, popular, desejado por todas as garotas, é do time do futebol americano da escola e é sempre rodeado de amigos.
Tudo começa em um trem de Nova York - para onde acaba de se mudar com sua família -, após Finn sair do hospital coberto de curativos e um bizarro óculos de sol - graças à uma ida a praia, que o deixou cheio de erupções na pele por causa de uma alergia ao sol até então desconhecida - quando é abordado por uma garota viciada em vampiros, que o acusa como um.
Finn começa a perceber que as garotas eram apaixonadas por vampiros e que se ele começasse a fingir ser um, ele teria uma chance com alguém e é isso que ele faz nas últimas horas antes de iniciar a sua volta às aulas: assiste a seriados e lê os principais livros relacionados ao tema para aperfeiçoar o seu novo estilo de vida.
Diferente de todos os outros dezesseis anos em uma escola católica de Indiana, Finn estava separado de seu irmão e também conseguiu amigos e garotas que gostavam dele, chegando até a ser assediado por algumas em um evento de fantasias - e também foi capaz de encontrar um grande e verdadeiro amor, que te faz querer viver um igual.
Meaney conduz a narrativa de uma forma que prende o leitor e que com certeza vai te tirar várias risadas, vale também um elogio por ele criar personagens simples, engraçados e fáceis de entender (além de não criar um monte de personagens desnecessários como encontramos em alguns livros); além de destacar muito os hilários pais de Finbar e Luke. Os dois únicos pontos baixos do livro são a falta de descrição de alguns personagens e a arte do livro, que decepcionou um pouco quando relacionada à edição da editora Harper Collins, que é bem bacana.

0 comentários:

Postar um comentário

-Certifique-se de que está comentando sobre algo referente a este post.
-Os comentários são moderados, ou seja, você os verá após serem aceitos.
-Você pode utilizar HTML para escrever em negrito [B] ou itálico [I]
-Caso o post contenha alguma notícia incorreta ou links indisponíveis, comente e avise que o autor atualizará as informações, ou utilize o próximo tópico.
-Comentários com humilhações, palavras de baixo calão ou qualquer outra expressão que denigre a imagem do blogueiro, outros comentaristas, site ou assunto/ pessoa tratado no post não serão aceitos.
-Para outras dúvidas ou qualquer outro tipo de contato, clique aqui.
-Saiba como colocar um avatar nos seus comentários!

Copyright Somos Criativos 2011 • Tema modificado por IgorVoltar ao Topopowered by Blogger